Nesta apresentação de Dean Chang (gerente de marketing da área de microcontroladores de 32 bits da Renesas), foram apresentadas as principais questões relacionadas ao projeto utilizando displays, além das soluções Renesas para utilização de displays TFT, em especial a linha SH7269  e os RX62 com capacidade de direct drive LCD.

A capacidade de direct drive de LCDs é implementada através de um controlador de DMA embutido dentro do RX e que pode manipular o barramento externo do chip, desta forma, o DMA acessa uma memória externa (o frame buffer) e copia os dados dela para o display, tornando desnecessário um controlador dedicado para o LCD! Vi diversos exemplos do uso desta tecnologia com displays TFT coloridos e a velocidade e qualidade dos gráficos e animações é excelente. Parecem ser excelentes opções para a criação de interfaces gráficas coloridas de baixo custo.

É interessante a visão geral (não só na palestra de hoje) de que, para pequenas quantidades (abaixo de 1000 unidades por ano) não é viável desenvolver o hardware para display e é mais viável comprá-lo pronto de fornecedores de módulos.

Neste sentido, visitei ontem dois estandes de fabricantes de módulos de display completos, a FDI e a Serious. A FDI fabrica módulos de display interessantes tais como este aqui, de 3,5 polegadas com touch screen e que utiliza o RX62N como controlador/CPU:

A solução da Serious é semelhante, mas eles possuem um software próprio que facilita a implementação de GUI (interface gráfica de usuário). Neste caso, tudo o que o usuário tem de fazer é desenhar os botões e telas da GUI e programar as respostas aos eventos (pressão de botão, por exemplo). A programação é realizada através de uma linguagem semelhante ao JAVA e que é interpretada em tempo real pelo próprio sistema desenvolvido pela Serious. O sistema operacional da placa suporta USB, Ethernet, serial, I2C, SPI, CAN e diversos periféricos!

Em ambos os casos os módulos custam aproximadamente US$ 200,00 para unidades avulsas, caindo para a casa dos US$ 100,00 em grandes quantidades (milhares de peças). As duas soluções demonstram que em muitos casos, é muito mais fácil comprar o hardware pronto, testado e com software, do que desenvolver tudo do zero.

Finalmente, no que diz respeito a LCDs, uma questão muito comentada é o fato de que muitos displays são descontinuados sem aviso prévio, deixando os clientes em situação difícil. A principal recomendação é que sempre se verifique se o lote de display oferecido pelo fornecedor não é apenas estoque de um modelo descontinuado. Outra recomendação interessante é de se tentar utilizar modelos utilizados pela indústria automotiva, já que as exigências neste mercado são de maior durabilidade e manutenção de fornecimento.

Displays TFT LCD de baixo custo
Classificado como:                    

Deixe uma resposta